Impressão digital, PIN, alfanuméria ou padrão: tire suas dúvidas sobre cada uma e saiba qual escolher para manter a segurança de seu aparelho.

Definir um tipo de senha para o celular geralmente é uma das primeiras medidas que qualquer usuário toma. Afinal, o que está em jogo é a proteção dos dados. Entretanto, é interessante observar que cada tipo de senha oferece um nível diferente de proteção para o dispositivo.

De acordo com o modelo de celular os usuários poderão escolher entre 3 e 4 alternativas (ou até mais) de segurança ou até mesmo todas elas se quiser. Quando há tantas opções assim é que chega aquela dúvida: afinal, qual delas escolher para proteger melhor o celular?

Logo a seguir você confere alguns detalhes sobre os tipos de senhas mais comuns. Confira e saiba qual é mais segura entre as mais usadas.

Senha Padrão

Sabe aquela senha que você tem que ligar alguns pontinhos na tela para desbloquear o aparelho? Pois bem, de acordo com especialistas em segurança esse tipo de senha é o menos indicado. Primeiro que é fácil observar até mesmo a certa distância qual é o desenho que o usuário está fazendo na tela. Segundo, algumas películas deixam as marcas do movimento feito pelos dedos tornando ainda mais fácil essa identificação.

Senha alfanumérica

Se opção anterior é a menos recomendada esta vai exatamente para o lado oposto. Especialistas apontam que a combinação de letras e números é uma das maneiras mais eficientes de se criar senhas. Além disso, é recomendado que elas tenham símbolos, sinais e alternância entre letras maiúsculas e minúsculas. No mais, procure desenvolver senhas que tenham acima de 8 caracteres.

Senha PIN

A senha PIN, que geralmente é formada por quatro números, é um pouco mais segura do que a senha padrão até porque é possível combinar números para proteger o aparelho de possíveis curiosos. A dica para quem optar por esse tipo de senha é evitar números lógicos como datas, n°s de telefones e o clássico 1234.

Impressão digital

Por fim, chegamos a uma das opções mais populares para a segurança dos celulares. O desbloqueio do aparelho por meio de uma ou mais impressões digitais está entre uma das maneiras mais seguras. Por outro lado, não são todos os smartphones que contam com suporte para esse tipo de recurso.

Mas é bom tomar cuidado para não ser pego desprevenido. Por exemplo, alguém pode encostar seu dedo no leitor biométrico enquanto você dorme. Fica a dica.

Extra

Depois de analisar e decidir qual é o melhor tipo de senha para o seu celular não se esqueça de investir em um bom antivírus para o aparelho. Dê preferência para aqueles que além de proteger ainda fornecem informações sobre o grau de segurança de suas senhas, bloqueio de tela que tira a foto do usuário quando a senha estiver incorreta e até mesmo ofereça a opção de criar senhas extras para os seus aplicativos.

Assine nossa newsletter e receba dicas como essa diretamente em sua caixa de entrada!