Nem uma semana se passou desde que os fundadores do Instagram anunciaram que estavam desistindo de suas posições por causa das diferenças com o dono do Facebook e do Instagram Mark Zuckerberg. Isso já augurou mudanças na rede social, modificações que começam a ser vistas agora, quando foi descoberto nas configurações de privacidade do Instagram que os dados de geolocalização são compartilhados com o Facebook para fins publicitários.

A última semana foi transferida para a rede social, desde a saída dos dois fundadores Mike Krieger e Kevin Systrom, segundo eles mesmos, por discrepâncias com o fundador do Facebook; em seguida, a apresentação do novo chefe do Instagram, Adam Mosseri. Houve questionamentos na mídia se esses movimentos eram positivos ou não e parece que não teve que esperar muito para se ter uma ideia da direção que o Instagram vai tomar.

Compartilhar localização para exibição de anúncios em versão teste

Uma nova configuração foi descoberta, na qual as coordenadas GPS compiladas pelo aplicativo, mesmo quando não está sendo usado, seriam compartilhadas com o Facebook para que ele direcionasse os anúncios e recomendasse conteúdo relevante para os usuários.

Um porta-voz do Facebook para tentar tranquilizar os usuários disse que eles não fizeram alterações nas definições de localização deles e como o usuário já sabe, muitas vezes eles trabalham em ideias que podem evoluir ao longo do tempo ou, em ultima instância, não ser publicado.

O representante ainda disse que o Instagram atualmente não armazena o histórico de localização e que o Facebook vai manter as pessoas atualizadas sobre quaisquer modificações nas configurações de localização no futuro

Estas palavras deixam bem claro que esta é uma versão experimental que a empresa poderá considerar oficializar em breve, no entanto sem qualquer outra informação a respeito disso.

Compartilhar somente para anúncios?

Acessar o histórico de localização do Instagram ajudaria o Facebook, a saber, quais empresas ou lugares o usuário visitou, para que bairros se movem e recomendar anúncios adaptados a esses dados. A seção encontrada estaria nas Configurações do Instagram e na seção Privacidade como “Histórico de Localização”.

Essa prática não vai agradar em nada diversos usuários do Instagram; É um exemplo claro dos problemas de imagem que a empresa vem arrastando há vários anos. O Facebook já ganhou multas por compartilhar ilegalmente os dados dos usuários do WhatsApp com o Facebook,

Além disso, desde o escândalo da Cambridge Analytica, a empresa esteve no olho do furacão e teve que dar muitas explicações para suas políticas de privacidade. Enquanto isso, o Instagram, que o Facebook comprou há seis anos por de 700 milhões de dólares, serviu como uma nova linha prioritária da empresa durante esse período.

Ao mesmo tempo em que o Facebook perdeu usuários, o Instagram ganhou popularidade com novos recursos e ficou longe da má imagem do Facebook; uma pesquisa revelou em abril que mais da metade dos usuários do Instagram não estavam cientes de que era de propriedade do Facebook, algo que logo terminará pelo visto.

Instagram testa um novo recurso para compartilhar a sua localização com o Facebook
Avalie esse Post

Saiba Mais