O Google divulgou recentemente uma lista contendo os celulares Android mais seguros do mundo na atualidade. A maior parte deles são modelos que já ganharam as atualizações de segurança oficiais por parte da companhia. Sendo que, por isso mesmo, estariam mais seguros e menos propensos aos ataques de hackers. Há modelos famosos na lista tais como o LG G6 e o Galaxy S8. Mas também vamos ter aparelhos que chegaram ao mercado no ano passado como o Xperia X e o Moto Z. Em tese, algo em torno de 40 aparelhos estariam mais protegidos contra ataques.

Celulares Android mais seguro

Lista com os celulares Android mais seguros

  • Samsung: Galaxy S8 Plus, Galaxy S8, Galaxy S7, Galaxy S7 Edge, Galaxy S7 Active, Galaxy S6 Active, Galaxy S5 Duos, Galaxy C9 Pro, Galaxy C7, Galaxy J7, Galaxy On7 Pro, Galaxy J2, Galaxy A8, Galaxy Tab S2 9.7
  • LG: LG G6, V20, Stylo 2 V, GPAD 7.0 LTE
  • Motorola: Moto Z, Moto Z Droid
  • Sony: Xperia XA1, Xperia X
  • BlackBerry: Priv
  • Fujitsu: F-01J
  • General Mobile: GM5 Plus d, GM5 Plus, General Mobile 4G Dual, General Mobile 4G
  • Gionee: A1
  • Google: Pixel XL, Pixel, Nexus 6P, Nexus 6, Nexus 5X, Nexus 9
  • Oppo: CPH1613, CPH1605
  • Sharp: Android One S1, 507SH
  • Vivo: Vivo 1609, Vivo 1601, Vivo Y55

Como é possível perceber há nessa lista alguns aparelhos que ganharam atualizações de segurança há bem pouco tempo. É interessante lembrar que as melhorias feitas em termos de segurança não tem nada a ver com a atualização do Android.

Neste caso, o que temos é um update menor que tem a principal função de corrigir determinados erros do sistema independentemente da versão.

Sendo assim, os patches, podem ser liberados para smartphones com o Android 6, Android 7 e superior.

O que são as atualizações de segurança?

Em 2015 foi descoberto o bug StageFright, a partir daí o Android passou a receber vários pacotes para a correção de vulnerabilidades. Nessa ocasião, milhões de dispositivos em todos os cantos do mundo ficaram vulneráveis a ataques de criminosos virtuais por causa das brechas de segurança.

Com isso, o Google passou a trabalhar de forma contínua com o auxílio de programadores independentes com o objetivo de identificar e corrigir as falhas encontradas o mais rápido possível tanto naqueles aparelhos populares quanto nos mais recentes com o Android.

E tem mais: o Google oferece um prêmio para aqueles que conseguirem identificar falhas em seu sistema. De 2015 até hoje a companhia recebeu mais de 450 registros apontando vulnerabilidades vindas dos chamados White hat, os hackers do ‘bem’. Isso já resultou em mais de US$1,5 milhões de recompensas.

Segundo o Google, cerca de 31 profissionais já foram beneficiados com essa premiação além de outros 115 independentes.

Compartilhe esta notícia com seus amigos em suas redes sociais preferidas.

Veja quais são os celulares Android mais seguros de acordo com o Google
Avalie esse Post

Saiba Mais